Pierpaolo Piccioli, diretor criativo da Valentino

De antemão é interessante destacar que Pierpaolo Piccioli é uma das 100 pessoas mais influentes do mundo. “Seu talento é saber sonhar.” Piccioli é capaz de contar uma história em cada coleção.

Seja como for, Pierpaolo iniciou na moda na década de 80, ou seja, está neste segmento há décadas. Simpático, ele valoriza a equipe de trabalho, tanto que é conhecido por levar as costureiras para o agradecimento ao público no final do desfile.

De fato, Piccioli também é reconhecido por seu estilo, que brinca com as proporções e traz elementos de volume para criar algo novo. Ele estuda e aplica novas cores e texturas.

Tão inovador quanto irreverente, ele introduziu o tênis e o moletom à marca Valentino. Da mesma forma, utiliza bem o icônico vermelho da marca, de forma elegante e sensual.

Piccioli considera o preto é um estado de espírito. Em contrapartida, o branco é o início, o começo de tudo, um ponto de partida.

Segundo Pierpaolo, “É preciso a imperfeição para lembrar a beleza. E a regra é não ter regras.”

Com relação à vida pessoal, Pierpaolo Piccioli é casado há 30 anos com sua esposa.

Em síntese, é importante compreender que Piccioli trabalha em suas criações com foco em um contexto que faça sentido para seu público ideal, ou seja, a sua persona. O ponto central é proporcionar beleza, levando em conta a individualidade de cada um. Em outras palavras, entregar coleções que proporcionem à persona expressar quem realmente é.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.